Buscar
  • Pelos Caminhos do RS

Valorizando os Atrativos Turísticos


*Abdon Barretto Filho – Economista e Mestre em Comunicação Social

contato@abdonbarrettofilho.com.br


Atrativo turístico é a força de valor paisagístico, cultural, histórico, artístico, entre outros, capaz de exercer intensidade motivacional sobre o visitante.


Atrativo ou recurso turístico pode ser entendido como todo bem natural e/ou cultural, assim como toda instalação, equipamento e/ou serviço destinados ao consumo do tempo livre do visitante. O atrativo turístico também pode ser considerado como o lugar, objeto, infraestrutura peculiar, acontecimento que possa interessar à Demanda Turística.


O fenômeno turístico só tem lugar se existem certas atrações que motivem o viajante a abandonar seu domicílio habitual e permanecer certo tempo fora dele.

Existem infinitas possibilidades, sempre respeitando as preferências dos visitantes e a sustentabilidade ambiental, cultural, social e econômica.


Logo, salvo melhor juízo, alguns atrativos turísticos podem atender nichos ou segmentos de mercados nas cidades próximas ou distantes, assim como de acordo com motivações diversas, vinculadas ao conhecimento e a necessidade de cada um deles: turistas de lazer, participantes de eventos diversos, investidores. É simples, assim.

Entretanto, a estruturação da Oferta Turística depende de trabalhos profissionais para alcançar o Turismo Responsável e Sustentável.


A paisagem natural deve ser compreendida como um atrativo turístico na medida em que esta se destaca das paisagens do dia-a-dia do visitante.


Assim sendo, um aspecto geográfico, como por exemplo, uma bucólica paisagem de uma vila de pescadores à beira mar ou de agricultores no meio rural ou visita ao centro histórico de uma cidade pode vir a ser um atrativo.


Os atrativos naturais variam de região para região, mas sempre contemplam aspectos da formação geológica, da flora, da fauna, dos corpos d´água em todas suas manifestações e as possibilidades de criações de atmosferas, cujas variações são sentidas na pele e nos sentidos humanos, transformando as visitas em experiências inesquecíveis.


Convém destacar que no Turismo Urbano, os atrativos culturais contemplam obras realizadas pela atividade humana em determinada localidade, assim como suas festas, costumes, folclore e artesanato, fazeres e saberes tradicionais.


Além de atraírem visitantes desenvolvem autoestima da comunidade do núcleo receptor.


Para visitar o atrativo turístico, deve existir uma série de equipamentos e serviços que garantam o ir e vir com segurança, desde da informação correta e transparente; transporte adequado, com acessos disponíveis; meio de hospedagem; passando pelo acolhimento e a hospitalidade do residente, encarregado do bem servir e deixando boas experiências e saudades que serão transmitidas para outros potenciais visitantes.

É o fenômeno turístico como ele é. Infelizmente, incompreendido por muitos, principalmente por algumas lideranças neófitas temporárias que não contribuem para o desenvolvimento do setor.


Mas, sejamos otimistas. Sempre.


O Turista está planejando sua próxima viagem após a vacinação e a retomada social e econômica vai acontecer em “V”, com a explosão da Demanda Turística.


Será?

Respeitam-se todas as opiniões contrárias.

São reflexões.

Podem ser úteis.

Pensem nisso.

*Especializado em Economia e Marketing aplicado ao Turismo e à Hospitalidade, professor, consultor, escritor, palestrante Textos e podcasts em www.peloscaminhosdoriogrande.com.br e www.abdonbarrettofilho.com.br .