Buscar
  • Pelos Caminhos do RS

O mundo mudou, o mercado mudou, o cliente mudou. E a tua empresa?


*Abdon Barretto Filho – Economista e Mestre em Comunicação Social contato@abdonbarrettofilho.com.br


Novos e constantes desafios para os Conselheiros e Diretores de empresas e entidades.

Com a Pandemia, os desafios aumentaram, principalmente com as influências diretas das variáveis incontroláveis nas operações das organizações econômicas com ou sem fins lucrativos: nada será como antes.

A segurança e a tecnologia aplicada podem determinar o sucesso ou o fracasso de estratégias, táticas e operações que são utilizadas.

A solidão de cada decisão do Gestor precisa ser aperfeiçoada e compartilhada com seus sócios, mantenedores, colaboradores, fornecedores, comunidade.

Além disso, com apoios dos profissionais comprometidos e éticos capazes de contribuírem nas buscas de melhores resultados.

É necessário humildade e compreensão da mudança de cenário econômico.

Além disso, empatia e resiliência.

Ou muda ou morre.

É proibido a miopia mercadológica.

A palavra-chave é “adaptação”.

Convém destacar os pensamentos de alguns autores que ajudam a compreender o mundo dos negócios.

Para Peter Drucker (1909-2015), considerado o inventor da administração moderna e um dos maiores especialistas em gestão de negócios, criou várias teorias como a gestão por objetivos; cliente sempre em primeiro lugar e qual o papel do líder no enfrentamento dos desafios organizacionais.

Ele destaca que: “O Marketing e a Inovação são as duas funções principais dos negócios".

Você tem que criar um cliente, ou seja, vender.

E tem que criar novas dimensões de conquistas, ou seja, inovar. Todo o resto é cálculo de custos “, completa o pensamento.

Segundo Al Ries (1914), famoso autor das “22 Consagradas Leis do Marketing “e que cunhou o termo “Posicionamento “, que define formas de criar e fixar a marca de um produto na mente dos consumidores.

Para ele: “A estratégia, o sentido da oportunidade e do momento exato são os altos cumes do Marketing. O resto são apenas colinas”.

Para muitas empresas e entidades, a inovação constante, atende e antecipa o atendimento do seu público alvo. Identificar, captar, manter relacionamentos “ganha-ganha” são os caminhos que devem trilhados.

O pensar global, com ação local adaptada ao seu cliente pode determinar o sucesso ou o fracasso.

Será?

O mundo mudou, o mercado mudou, o cliente mudou.

A cautela, a incerteza, a esperança, análise do cenário e adaptação pode ajudar na manutenção dos negócios são as bases da Gestão. Será? Respeitam-se todas as posições contrárias.

São reflexões.

Podem ser úteis.

Pensem nisso.

*Especializado em Economia e Marketing aplicado ao Turismo e à Hospitalidade, professor, consultor, escritor, palestrante Textos e podcasts em www.peloscaminhosdoriogrande.com.br e www.abdonbarrettofilho.com.br