Buscar
  • Pelos Caminhos do RS

Hospital de Clínicas de Porto Alegre inicia pesquisa com plasma sanguíneo para tratar covid-19


O recrutamento de doadores já iniciou. Quem está curado da covid-19 e tem interesse em participar, pode entrar em contato pelo e-mail: doadordeplasma@hcpa.edu.br


O Hospital de Clínicas de Porto Alegre deu início à pesquisa que utiliza o plasma do sangue de pacientes curados da covid-19 para combater o novo coronavírus.


O hospital obteve autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa para começar o estudo no final de maio, mas a captação de recursos ainda era um obstáculo.

“Recebemos a doação da quantia necessária para o financiamento do projeto do Instituto Cultural Floresta, assim, garantindo o fomento desta pesquisa no HCPA”, confirma o coordenador do estudo e chefe do Serviço de Hemoterapia, Leo Sekine.

Sekine ressalta que a pesquisa está em fase de estruturação, com encaminhamento de cotações, compras de insumos e treinamento de equipes.


“Diversos profissionais estão envolvidos na iniciativa, de forma direta e indireta, como o Serviço de Hematologia Clínica e Transplante de Medula Óssea, o Serviço de Infectologia e o Serviço de Medicina Intensiva. Mais de 30 colaboradores já se engajaram no projeto", observa.


A primeira etapa será voltada para a coleta e armazenamento de plasma convalescente.

Ao mesmo tempo, acontece a transfusão do plasma sanguíneo em pacientes acometidos pela doença. O recrutamento de doadores já iniciou.


Quem está curado da covid-19 e tem interesse em participar, pode entrar em contato pelo e-mail: doadordeplasma@hcpa.edu.br

Para realizar a terapia com plasma, é necessário fazer uma transfusão de plasma do paciente curado para o infectado. A expectativa é de que os anticorpos produzidos por quem já contraiu o vírus ajudem os doentes mais graves a reagirem mais rapidamente à covid-19. Os doadores para esse tipo de tratamento devem atender aos critérios preconizados em legislação para doação de sangue, além de estarem, há mais de 14 dias, assintomáticos para a doença e apresentar um exame PCR swab nasal negativo.

O plasma sanguíneo é formado principalmente por água, sais, proteínas e anticorpos. A hipótese é de que isso ajude a reduzir os sintomas da infecção e a carga viral no organismo.

TEXTO E FOTO: COMUNICAÇÃO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE. ___________________________________

Apoio:

"Compartilhe o bem. Cuide-se." Com saúde é bem melhor. www.soundrecords.com.br

_____________________________________

Jornalista responsável: Voltencir Fleck

WhatsApp: 51. 9.9855.0051 _____________________________________

PELOS CAMINHOS DO RIO GRANDE Todos os direitos reservados.

É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da DINÂMICA - Assessoria e Consultoria Empreendedora . WhatsApp: 51. 9.9855.0051 .


SOBRE "PELOS CAMINHOS
DO RIO GRANDE" 

REDES SOCIAIS

INSCREVA-SE

Espaço dedicado a Turismo, Saúde, Cultura, Negócios e Serviços.

O site objetiva informar e trazer assuntos relevantes, além de trazer tudo sobre o programa de rádio de mesmo nome, veiculado na Bandeirantes RS (AM 640 e FM 94,9), todos os sábados, das 10h:30min, às 11h:30min.*Temporariamente suspenso.

  • Facebook
  • YouTube

Fone (WhatsApp): 51 9 9855 0051

E-mail: redacao@peloscaminhosdoriogrande.com.br

 

Se inscreva para saber todas as novidades, promoções e notícias relevantes relacionadas a turismo, cultura, negócios e serviços. 

CDRG-Logo-Vertical-SemFundo-Sit_rodape_b

© 2020 Pelos Caminhos do Rio Grande