Buscar
  • Caminhos do Rio Grande

Conetur valida mudança no Mapa Turístico da Costa Doce

Atualizado: 7 de Set de 2019






Dos 23 municípios originais, 21 permanecem no documento. Dom Feliciano e Pedro Osório saíram por não atenderem critérios.


Desde a segunda-feira, 22 de julho, a Costa Doce tem um novo Mapa Turístico, sem Dom Feliciano e Pedro Osório, que deixaram o grupo por não atenderem os critérios necessários para inclusão no Mapa.


A mudança foi comunicada durante reunião realizada pelo Conselho Estadual de Turismo (Conetur) no dia 22/07, em Porto Alegre, da qual participaram várias cidades, incluindo Pelotas, através da Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação (Sdeti).

A próxima atualização do Mapa deve ocorrer em 2021.


O município, que é um dos integrantes do Conetur e coordena do Programa de Regionalização do Turismo na Costa Doce, continua fazendo parte do documento, junto a Arambaré, Arroio Grande, Barra do Ribeiro, Camaquã, Canguçu, Chuí, Cristal, Guaíba, Jaguarão, Mariana Pimentel, Morro Redondo, Piratini, Rio Grande, Santa Vitória do Palmar, São José do Norte, São Lourenço do Sul, Sentinela do Sul, Sertão Santana, Tapes, Tavares e Turuçu.


Integrar o Mapa do Turismo é importante para atrair turistas e investimentos para os municípios da região.  


Critérios


Para constar no Mapa Turístico são necessárias a comprovação da existência de um órgão responsável pela pasta do Turismo, a existência de dotação orçamentária destinada ao Turismo e de um Conselho Municipal de Turismo ativo, além do município possuir prestador de serviços turísticos cadastrado no Cadastur.  


Fundetur


Outra notícia anunciada durante a reunião do Conetur foi a liberação dos recursos do Fundo de Desenvolvimento do Turismo (Fundetur) do Rio Grande do Sul para a compra de espaços de divulgação em eventos nacionais e internacionais.

o Isso significa que Pelotas passará a contar com um mercado mais amplo para a publicização turística do município.


Texto e Foto: Divulgação/Sdeti.