Buscar
  • Pelos Caminhos do RS

Após concertos natalinos, Banda Municipal prepara surpresas para os 250 anos de Porto Alegre


Apresentações no Natal dos Encantos marcaram o retorno do grupo após o recesso provocado pela pandemia. (FOTO: MATEUS RAUGUST/PMPA | TEXTO: COMUNICAÇÃO PREFEITURA DE PORTO ALEGRE).


Após um período de planejamento e ensaios, a Banda Municipal de Porto Alegre voltou às apresentações neste mês de dezembro com o Natal dos Encantos promovido pela prefeitura.


Em 2021 ainda tem mais música antes que o ano acabe: na próxima quarta-feira, 22, no Natal da Casa D (rua Santa Terezinha, 711), onde funciona a Coordenação de Descentralização da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), e no dia 26 de dezembro, no evento Natal das Crianças, na praça central de Belém Novo, em parceria com a subprefeitura do bairro. Em 2022, quando a capital gaúcha festejará 250 anos, a banda regida pelo maestro André Munnari e liderada pelos diretores Eliseu Rodrigues e Jorge Franco terá uma agenda cheia com os eventos comemorativos ao aniversário da cidade e o retorno dos Concertos Didáticos para as escolas.


E prepara um repertório com surpresas para o público. "A música é a primeira arte que o ser humano tem contato e encanta todos os tipos de pessoas. Nós entendemos isso e a nossa responsabilidade de emocionar o público", diz Rodrigues. Depois do recesso provocado pela pandemia de Covid-19, a banda teve a oportunidade de reestruturar-se graças à emenda impositiva do vereador Cassiá Carpes, cujos recursos possibilitaram a contratação de regente, músicos extras, produção, transporte e divulgação.

História - Declarada patrimônio histórico e cultural do município, a Banda Municipal de Porto Alegre foi fundada em 1925 pelo intendente Otávio Rocha, que encarregou os professores José Acorsi e José Andrade Neves de organizarem uma banda dentro dos moldes europeus. Seu primeiro regente, José Leonardi, foi trazido da Itália, e era formado pelo Conservatório de Palermo.


Os componentes, entre os quais diversos músicos italianos e argentinos, prestaram concurso para integrarem a banda. A estreia ocorreu no Teatro São Pedro, em 13 de junho de 1926. Posteriormente, as apresentações passaram também a ser realizadas nas praças públicas e no primeiro Auditório Araújo Vianna, então localizado onde se encontra hoje a Assembléia Legislativa.


Em 1979, a regência foi assumida por Alcides Macedo, o Macedinho, e o grupo voltou à cena musical da cidade, marcando presença em solenidades e atos cívicos.


Com a criação da Secretaria Municipal da Cultura, em 1988, a banda foi incorporada a este órgão.


Atualmente conta com 34 integrantes.


____________________________


NOTÍCIAS SOBRE TURISMO, CULTURA, NEGÓCIOS E SERVIÇOS DO RIO GRANDE DO SUL?

ACESSE: www.peloscaminhosdoriogrande.com.br/noticias

CONTATO/WHATSAPP: 51. 9. 9855. 0051

____________________________